História da cidade de Luzinópolis

No decorrer da década de 1960, foi descoberta uma localidade, pelo Sr. Olegário Fernandes, às margens do ribeirão Brejo Feio, na barra do córrego Pedra de Amolar, que permaneceu ali por alguns anos. Mesmo após ter vendido a propriedade, ele continuou cultivando a lavoura, e graças à fertilidade da terra, outras famílias com o mesmo objetivo foram chegando, dando surgimento, então, nos anos de 1990, a um pequeno povoado.

Dos primeiros moradores, podem ser citados os senhores Olegário Fernandes, Pedro Seledor, Mariano soares, e Raimundo Nonato, entre outros.

O primeiro documento solicitando sua emancipação foi elaborado por coletividade, através de um grupo de pessoas empenhadas da comunidade, anexado a um abaixo-assinado, contendo a assinatura de toda a população. Tempos depois, apareceram outros vultos empenhados no movimento, entre os quais o Sr. José Gonçalo, que não mediu esforços em prol desse processo. Finalmente, tramitou na Assembléia a emenda do deputado Everaldo Barros, sendo aprovada a criação do município de Luzinópolis.

Luzinópolis tem uma economia de subsistência, com pequenos produtores rurais. O sistema habitacional ainda é bastante precário, e, apesar de pobre em recursos, a região é rica em paisagens naturais.

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Luzinópolis, pela Lei Estadual nº 684, de 26-05-1994, desmembrado do município de Tocantinópolis.

Sede no atual distrito de Luzinópolis (ex-localidade).

Constituído do distrito, instalado em 01-01-1997.

Em divisão territorial datada de 2001, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE